Exclusivo

A ´Era Marcão’ no Fluminense


Marcão chegou ao Fluminense em 1999 quando o time estava na Terceira Divisão do Campeonato Brasileiro. Com muita garra, o volante se tornou um dos símbolos do time que colocou o clube em seu devido lugar: na disputa da elite do futebol. Marcão ficou no clube até 2007 disputando 396 jogos. Hoje, ele é o atual técnico do Bangu, mas o Tricolor das Laranjeiras permanece vivo em sua memória. “Sonho sim em voltar. Só não sei se vai ser como treinador. Mas vou voltar!”.





1. O que tem achado da vida de técnico? Muito diferente da vida de jogador?

Estou me sentindo muito bem. Na verdade, é tudo aquilo que fazemos da nossa vida toda como atleta. O que muda é a responsabilidade. Tudo passa por você, mas gosto de administrar tudo isso.

2. Enquanto jogador você já pensava em se tornar técnico?

A princípio não, mas depois de algum tempo, achei que seria interessante passar por esta experiência; passar para os meninos tudo aquilo que me passaram quando precisei.

3. Quem são suas maiores influências enquanto treinador?

Tenho uma família linda que amo demais e me apóia em todas as circunstâncias e profissionalmente, tive grandes profissionais e hoje amigos como o Waldemar Lemos, Oswaldo de Oliveira, Parreira, Ricardo Gomes, Cristóvão entre outros, que me motivaram com suas sinceridades e amor no que fazem e isso, é exemplo para aqueles que estão começando, como no meu caso.



4. Você marcou uma época como jogador do Fluminense tornando-se ídolo da torcida. Que análise você faz da ‘Era Marcão’ no tricolor?

Agradeço a Deus todos os dias por ter me dado a oportunidade de passar por este grande clube e ter ainda o carinho de uma torcida linda e maravilhosa. Nessa linda construção que vemos hoje, acho que coloquei um tijolinho rsrsrs ...

5. Faltou algo nessa era no Fluminense?

Não ... foi tudo muito maravilhoso. Passei por todas as experiências possíveis!

6. Você saiu do Flu no início de 2007. Ficou alguma mágoa com o Branco?

Fiquei chateado somente com a maneira que foi conduzida. Me avisaram somente no último instante. Talvez se não fosse daquela maneira hoje eu não teria o carinho de toda a torcida e da instituição. Sempre falei que a instituição é e sempre será maior do que todos que lá estiveram, estão e futuramente vão estar no comando do FLUMINENSE F.C.

7. Você sonha voltar as Laranjeiras como treinador do Flu?

Sonho sim em voltar. Só não sei se vai ser como treinador. Mas vou voltar!

3 comentários:

Anônimo | 9 de dezembro de 2011 17:23

Marcão é ídolo

Anônimo | 9 de dezembro de 2011 17:23

seria ótimo tê-lo um dia de volta ao fluzão

Anônimo | 12 de dezembro de 2011 10:01

ídolo

Postar um comentário