Matéria

46,6% da população brasileira têm excesso de peso


Levantamento feito pelo Ministério da Saúde apontou que, entre 2006 e 2009, o número de brasileiros acima do peso aumentou de 42,7 para 46,6%. O número de obesos também cresceu: 11,4 para 13,9%. Os dados são da Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel), que entrevistou 54 mil adultos.


A pesquisa ainda aponta que 51% dos homens e 42,3% estão acima do peso. Entre os homens, esse excesso é normal acima dos 35 anos, mas destacam-se os 59,6% na faixa etária de 55 a 64 anos. Já nas mulheres, a maior incidência ocorre entre os 45 a 54 anos (52,9%).

De acordo com o nutricionista Luiz Cláudio Gagliardo, os números da pesquisa não o surpreendem. “O índice do excesso de peso vem aumentando principalmente, pela crescente industrialização e pelo fato de todos na família (pai e mãe) precisarem trabalhar para melhorar o sustento da família”.

A pesquisa foi feita em todo o território nacional (veja tabela abaixo). As capitais com maior proporção de excesso de peso são Rio Branco (52,2%), Campo Grande (50,8%), São Paulo (50,5%) e Rio de Janeiro (50,4%). Já a capital com menor índice foi o Distrito Federal com 36,2%.


Proporção de excesso de peso (%)


Aracaju

47,4

Belém

44,2

Belo Horizonte

39,9

Boa Vista

49,1

Campo Grande

50,8

Cuiabá

46,7

Curitiba

45,5

Florianópolis

45,0

Fortaleza

47,0

Goiânia

45,8

João Pessoa

42,9

Macapá

43,5

Maceió

41,5

Manaus

45,6

Natal

45,5

Palmas

37,7

Porto Alegre

46,1

Porto Velho

48,8

Recife

45,6

Rio Branco

52,2

Rio de Janeiro

50,4

Salvador

45,3

São Luís

40,3

São Paulo

50,5

Teresina

39,4

Vitória

46,3

Distrito Federal

36,2

Fonte: Tabela das capitais – Vigitel 2009

Tenha uma vida saudável


De acordo com o nutricionista Luiz Cláudio Gagliardo, não é difícil manter uma vida saudável. “Basta associar uma alimentação saudável a hábitos de vida correta”. Ele ainda sugeriu para uma vida melhor.

. Diminuir a ingestão de gorduras, doces e açúcares;

. Aumentar a ingestão de fibras (verduras e frutas);

. Associar a semente de linhaça no seu dia-dia;

. Aumentar a ingestão de líquidos (água e refresco de frutas) caso não haja patologia que impossibilite; e

. Praticar atividade física (pode ser uma simples caminhada).

2 comentários:

Anônimo | 29 de junho de 2010 10:00

Agora que vou casar meu peso vai aumentar...=/

Anônimo | 29 de junho de 2010 10:01

to tentando contribuir pra esses numeros se elevarem

Postar um comentário