Exclusivo

“Sou sacana, adoro brincar”
Tadeu Palrinhas - estudante de Jornalismo


Uma das maiores dubladoras do Brasil, Marisa Leal concedeu uma entrevista exclusiva ao Blog Desburocratizando. Ela nos contou como foi difícil o início em sua carreira de dubladora, como é gratificante o reconhecimento das pessoas nas ruas, onde é reconhecida meramente pela sua voz. Falou também de como foi sensacional dublar Baby da Família Dinossauro “Quando eu fiz o teste, eu fiz brincando, aí vi que o pessoal da técnica tinha gostado e continuei assim, e deu esse sucesso todo.” Confira, abaixo, toda a entrevista exclusiva.



1. Quando que você iniciou a carreira de dubladora? E qual foi a sua primeira interpretação?

Comecei em 80 na dublagem da Ilha da Fantasia, onde o meu personagem não tinha nem nome, e eu falava uma única frase, mas é assim que a gente começa, fazendo vozerio, personagens pequenos e vai crescendo aos poucos.


2. Você é formada em direito, porque preferiu ser dubladora ao exercer sua profissão?

Porque quando eu fiz a faculdade de direito eu já estava dublando. Eu comecei fazendo comunicação social, e lá dentro conheci um amigo que fazia dublagem, ele me mandou um convite perguntando se eu queria fazer um curso na Tele Cine de dublagem, eu aceitei, fui fazer e gostei.


3. Qual personagem que mais te marcou?

Com certeza o que mais me marcou foi o personagem Baby, da Família Dinossauro, teve a Ariel da Pequena Sereia que foi muito gratificante de fazer, mas o Baby foi realmente marcante. Nós entrávamos no estúdio e era uma brincadeira só.


4. Como foi dublar Baby, da Família Dinossauro?

Foi bem legal. No início eu não fazia fé que esse personagem teria todo esse sucesso. Quando eu fiz o teste, eu fiz brincando, aí vi que o pessoal da técnica tinha gostado e continuei assim, e deu esse sucesso todo.




5. Você já teve a voz de alguns de seus personagens reconhecidos na rua? Como foi?

Várias vezes. Eu estava em uma loja e perguntei algumas coisas ao vendedor e reparei q tinha uma pessoa me olhando esquisito e veio até a mim e perguntou se eu fazia dublagem, geralmente é assim, muitas pessoas nos reconhecem pela voz.


6. Em sua galeria de personagens constam nomes de desenhos animados, filmes e novelas, em qual dessas áreas você mais se caracteriza? E Por quê?

A área do desenho animado, principalmente a do Baby, pois eu sou muito sacana, adoro brincar. Está dentro de um estúdio, o personagem é de comédia, pode contar que vem uma sacanagem, uma brincadeira.


7. Quais os seus próximos projetos?

Tenho alguns convites na área de teatro. Estou com uma peça de teatro para fazer, só está dependendo da produção, e tem mais duas peças, sendo um musical, mas é segredo.

8. Que mensagem você deixa para quem quer ser um dublador?

Está cada vez mais difícil entrar nesse ramo. Quem está há muito tempo no mercado está com dificuldades para se manter, imagina quem quer entrar, encontra mais dificuldades ainda.

2 comentários:

Anônimo | 23 de fevereiro de 2011 10:16

saudades da família dinossauro ...

Anônimo | 25 de fevereiro de 2011 14:47

acho fantástico o trabalho de dublagem e realmente a Marisa é uma das melhores da área.

Postar um comentário