Matéria

Trote: falta de bom senso
Vitor Orlando Gagliardo - jornalista

govitor@yahoo.com.br


Uma cena lamentável repetida todos os anos. Assim pode ser definido os trotes que mancham as universidades, humilham a maioria dos calouros e alegram os veteranos. O palco ontem foi a UnB. Os alunos de Agronomia foram coagidos a participar de um trote que tinha como intenção a interação entre os alunos da área. As fotos da UnB Agência não deixam dúvida: além das tradicionais ‘brincadeiras’ como sujos de tintas e ovos, os homens eram obrigados a escorregar em um chão molhado sem a camisa. Em uma outra ‘brincadeira’, os calouros eram obrigados a entrar em uma piscina de lama.


O reitor da UnB, José Geraldo de Sousa Júnior, afirmou ao portal da universidade que o trote passou dos limites. Mas declarou que não haverá ações punitivas. “Vamos construir, por meio de campanhas e de formas pedagógicas, uma reeducação para as atitudes acadêmicas”.

Já a presidente do Centro Acadêmico, Emanuele Cardoso Lopes, disse também ao portal da universidade, que o trote é uma tradição. “Ele representa confraternização e diversão”. Por fim, elas declararam que os alunos ‘adoraram a brincadeira’.

Todos sabem que a maioria dos alunos não gosta do trote e temem pelas duas primeiras semanas de aula. Muito participam, pois são coagidos e, principalmente, porque temem uma represália. Afinal, qual a graça de ser pintado e ter de pedir dinheiro nas ruas?

Por que então, já que a idéia é a interação, não se faz um trote solidário? Pode-se, por exemplo, arrecadar donativos para uma causa ou local específico. O objetivo é formar intelectuais ou entregar certificados a pessoas desprovidas de bom senso?

Memória

No dia 23 de Fevereiro de 1999, o calouro de Medicina da USP, Edison Tsung Chi Hsueh, foi encontrado morto no fundo da piscina, após participar de um trote. Até hoje, o caso não foi resolvido. O processo foi arquivado, mas ainda não há respostas para a morte do estudante. A promotoria disse que o calouro teria sido afogado, mas o juiz disse não ter provas suficientes para tal crime.



33 comentários:

Anônimo | 15 de julho de 2010 17:43

axo que o trote quando feito de forma saudavel é legal, descontrai e une os alunos, o problema é quando falta o bom senso...

Anônimo | 15 de julho de 2010 17:44

eu participei do meu de economia (que é provavelmente um dos 7 mais pesados da unb) e achei fantástico, uma experiência inesquecível!

Anônimo | 15 de julho de 2010 17:45

Tem que ser muito babaca para fazer trote violento. Essa necessidade de autoafirmação deve ter um quê freudiano.

Anônimo | 15 de julho de 2010 17:46

Nego fica se humilhando lá por medinho, porra
Se vier de graça manda geral pra justiça, ninguém é obrigado a pagar de ridículo
Foda-se a interação, tu passa em universidade pra estudar, não pra virar chacota de gente metida a fodão

Anônimo | 15 de julho de 2010 17:46

é sério cara
o foda é que particular os calouros entram e não querem participar do trote ficam cheio de frescura
mas esse ano os professores vão dar uma ajuda

Anônimo | 15 de julho de 2010 17:47

NOOOSSSAAAA...que humilhação heim?
quem reclama de trote eh calouro viado....
quando participa acha massa e ja começa a bolar o proximo trote...
tomei o meu, achei legal e ja dei mais 2 trotes...prox mes vem mais 1 ai

Anônimo | 15 de julho de 2010 17:47

Acho que nego é muito sem noção com esse lance de trote. Se o intuito é promover uma interação entre calouros e veteranos, que seja algo beneficente. Ou então se não possuir essa consciência de ajudar o próximo, faz um churrasco com cerveja pra caralho bancado pelos calouros.
Humilhar uma pessoa assim é ridículo. Vai além dos limites da escrotidão humana.

Desburocratizando | 15 de julho de 2010 17:48

pq não fazer um trote solidário?

Anônimo | 15 de julho de 2010 17:48

to fudido, mês que vem é o meu trote

Anônimo | 15 de julho de 2010 17:49

OBRIGADOS NADA!
eu faço economia na unb e eu vi, esse foi um dos trotes mais de boa da agronomia, nenhum calouro reclamou, só participaram os que queriam, até um mlk do segundo semestre, que não tinha participado do trote quando era calouro, resolveu participar!

Anônimo | 15 de julho de 2010 17:49

Depende de qm aplica, na minha faculdade é um evento
p. integrar veteranos e calouros ... bem legal msm !

Anônimo | 15 de julho de 2010 17:49

eu vou tomar trote dos alunos de engenharia ou adm
porque meu curso é num polo novo
minha turma e as outras serão as primeiras dos prédios(são 3 prédios)
po, se eu ver que vai virar palhaçada eu não vou participar não
mas se for só pintar, cortar roupa, cortar cabelo, andar, gritar, TA DE BOA
ps: só não pode mandar eu dar um pé do tênis porque meus tênis tão contados, um pra trampar(irei estudar com ele) 1 pra sair e outro ta quase no fim da vida IAHSIUAHS

Anônimo | 15 de julho de 2010 17:50

lamentavel

essas parada ae

Anônimo | 15 de julho de 2010 17:50

Trote violento é COISA DE BABACA
COISA DE QUEM TENTA SE AFIRMAR HUMILHANDO OUTRAS PESSOAS....

Anônimo | 15 de julho de 2010 17:50

Coisa arcaica

Desburocratizando | 15 de julho de 2010 17:51

não seria mais fácil chegar na sala de aula, se identificar e pedir uma quantia de tanto para participar de uma interação?
O problema é que eles ficam rondando a sala de aula e os alunos ficam tensos

Anônimo | 15 de julho de 2010 17:52

até onde eu saiba (e eu sei) você escolhe se quer participar da brincadeira, aqui na unb em alguns cursos, você assina um termo de responsabilidade... se você não quiser fazer parte você pode, só vai ser um excluído

Anônimo | 15 de julho de 2010 17:52

não vi nada de maiss!!
alguem morre por entrar numa aguinha suja???
se machuca por tomar ovada?

Anônimo | 15 de julho de 2010 17:53

acho isso maior sacanagem , tem gente que morre participando desses "trotes"

Anônimo | 15 de julho de 2010 17:53

Quanta frescura!

Anônimo | 15 de julho de 2010 17:54

tomarei mês que vem, espero que não seja tenso!
se eu achar que forem babacoes no 1o dia, nem vou nos outros dias

Anônimo | 15 de julho de 2010 17:54

mas Trote serve pra botar os calouros enturmados além com os outros calouros
como também com os Veteranos
e não é obrigatório ein
só participa quem quer

Anônimo | 15 de julho de 2010 17:55

é, mas o problema de não participar é que vc não vai ser chamado pra festas e pra nada...

Anônimo | 15 de julho de 2010 17:55

Também não vejo problemas em trotes. Só não pode maltratar nem fazer nada forçado, se não já é vacilação.

Anônimo | 15 de julho de 2010 17:55

trote é legal!

Anônimo | 15 de julho de 2010 17:56

a minha é particular tbm e ninguem nem citou a palavra trote em momento nenhum haha

Anônimo | 15 de julho de 2010 17:57

no meu prédio só estudarão calouros
logo o trote será para zuar
porque vamos conhecer os veteranos no dia do trote e só
vou participar numa boa, fevereiro eu darei trote ;D

Anônimo | 15 de julho de 2010 17:57

Se visessem isso comigo eu dava porradão, ou mandava pra cadeia. Coisa escrota.
Trote é legal, mas tem que saber brincar.

Anônimo | 15 de julho de 2010 17:57

Ninguém é obrigado a nada. Vão obrigar como? Chamam a polícia? Em tese, universitário já deve saber se defender.

Anônimo | 15 de julho de 2010 17:57

depende do trote, se nao usarem violencia nem humilhaçao é tranquilo, agora se fosse comigo e nego viesse de babaquice, me fazendo beber cachaça dentro de sapato velho, me dando tapa na cara etc, ia rola uma violencia forte da minha parte e que se foda !

Anônimo | 15 de julho de 2010 18:00

trote solidário eu acho maneiro, tipo doar sangue, bacana isso
ainda mais doar sangue, aqui na minha cidade o banco ta sempre precisando

Anônimo | 15 de julho de 2010 18:01

tem que ter trote mesmo...quem toma o trote ja sabe oq vai acontecer, não adianta reclamar depois!
ninguem é obrigado a participar das brincadeiras!
eu sou a favor de trote.

Anônimo | 15 de julho de 2010 18:01

Trote bom é aquele bobo, com tinta na cara e muita cerveja - onde tanto calouros quanto veteranos se divertem e se integram.

Postar um comentário